sexta-feira, 25 de março de 2011

Cedo demais...



É tão estranho
Os bons morrem jovens
Assim parece ser
Quando me lembro de você
Que acabou indo embora
Cedo demais
Quando eu lhe dizia
Me apaixono todo dia
É sempre a pessoa errada
Você sorriu e disse
Eu gosto de você também
Só que você foi embora...
Cedo demais!
Eu continuo aqui
Meu trabalho e meus amigos
E me lembro de você
Em dias assim
Dia de chuva
Dia de sol
E o que sinto não sei dizer...
Vai com os anjos
Vai em paz
Era assim todo dia de tarde
A descoberta da amizade
Até a próxima vez...
É tão estranho
Os bons morrem antes
Me lembro de você
E de tanta gente que se foi
Cedo demais!
E cedo demais...
Eu aprendi a ter
Tudo o que sempre quis
Só não aprendi a perder
E eu que tive um começo feliz...
Do resto não sei dizer
Lembro das tardes que passamos juntos
Não é sempre mais eu sei
Que você está bem agora
Só que neste mundo
O verão acabou.
Cedo demais!
(Renato Russo)

...Vai em paz,
Descansa nos braços do Criador
Tanto de ti em mim ficou,
Me pareço tanto contigo,
sei que estás em mim...
Hoje és luz, teu peito é vida
Fico aqui, espero por ti...
Um dia volta, deita ao meu lado
Me dá teu abraço, me leva contigo,
Ao infinito, ao renascer de ti
Me espera ali, nalgum lugar do Azul...

Tu, eternamente em mim...




Anna Carvalho




0 comentários:

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t