quarta-feira, 25 de maio de 2011

Chuva de saudade (Dedicatória)



Na frieza dos pingos de chuva que caem lá fora,
fazendo brotar em meus olhos gélidas lágrimas de ilusão.
Observo a pressa da multidão a procura d’um abrigo,
em cada rosto que por mim passa aflito, nele vejo tua expressão;
caem como as fortes gotas de chuva; minhas lágrimas ao chão...

Procuro no brilho dos olhares que cruzo; a luz de teu terno olhar,
tanta busca sei que é em vão, hoje te vejo com os olhos de meu coração!
Nas estradas dessa vida onde cruzo olhares em idas e vindas;
em todos procuro a razão de sorrir,  brilho da paz que havia em ti.

Em meios a tantos rostos, a tanta chuva...Sinto-me só nessa saudade,
buscando nos olhares desse mundo partes de tua identidade.
Mas partiste antes de mim, levando contigo a paz do puro olhar;
fiquei cá, no vazio da ilusão, buscando em outros olhos te encontrar...

 Anna Carvalho


* Dedicado à quem de mim partiu antes do tempo*

3 comentários:

Si disse...

Oi Anna, só hoje vi seu comentário em meu blog no poema do Zé... Lindo realmente e encanta não somente a senhoras mas como a todos... Aquele poema foi uma resposta de um poema meu que ele leu meu anjo... Obrigada!
Beijos da Sissa♥

Mila Moore disse...

A saudade foi retrata de uma forma símples, porém extremamente meticulosa. É realmente assim... vc tem o dom! Bjus.

Tempestade disse...

Anna, todos sentimento de saudade está neste poema. Intenso, lindo.

abraços

Nina

http://devaneios-fragmentos.blogspot.com/

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t