sexta-feira, 17 de junho de 2011

Lamento...


Hoje vejo o peso de meus erros
a rota do barco da minha vida,
traçada por segundos impensados

Sendo eu o comandante desse barco
nas tempestades do mar da vida,
vivi o fracasso, temi o naufrágio

Ainda sinto pelo que deixei de viver,
sonhos que guardei, pudera ser reais
sonhos tantos que morreram 

Hoje sei que a vida é sopro,
e passou por mim o melhor dela
o tempo, que me voou aos olhos

Queria eu hoje esse tempo de volta,
traçar rota certa ao meu destino
velejar o mar da vida, na viagem só de ida

Mas o tempo é areia que escorre o vão dos dedos,
e hoje já não resta tempo, de correr atrás do vento
Lamento...

Anna Carvalho


1 comentários:

Artes e escritas disse...

O lamento é uma emoção que evanesce ao vagar pelos ventos. Um abraço, Yayá.

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t